Movie Sommelier - Ficção Científica

14 filmes sobre futuros distantes... ou talvez nem tão distantes assim.

Thiago Olival
11/03/2019 19h16

A ficção científica talvez seja o gênero com a maior carga de distopia (uma tentativa de criar uma divagação sobre uma utopia, mas com um viés negativo ou sombrio). A ficção se confunde muito com a fantasia (ambas possuem muitos subgêneros), mas basicamente os temas tratados na ficção convergem mais para a questão científica. Enquanto a fantasia não preza pelo apego a realidade e as leis que regem o universo conhecido, a ficção tende a trazer algo mais próximo do possível ou provável. Enquanto a fantasia basicamente falaria de magia, espada, dragões, mitos, paisagens fantásticas e subjetivismo, a ficção traria a destruição da sociedade e a reconstrução desta, alienígenas, experiências, viagem no tempo e por ai vai... Na expectativa do lançamento do Cyberpunk 2077, vamos conhecer um pouco mais das influências que ajudaram a construir o RPG e consequentemente o game.

 

1 – Metropolis – 1927

Clássico do expressionismo alemão, temos uma cidade que é controlada pelos ricos industriais do ano 2026 em seus vultuosos arranha-céus. Enquanto isso, a população se esfola para manter o fornecimento energético. Tudo vai mal e piora, quando um inventor cria um robô para realizar as tarefas humanas, chamado Maria... Eu confesso que pensar nesses temas naquela época era muito fora da caixa. Apesar de parte do filme ter sido danificado pelo tempo, da para entender totalmente o enredo nas cópias disponíveis.

 

2 – 2001: Uma Odisseia no Espaço

Este filme é um tanto quanto complexo e subjetivo, pois ele traz várias reflexões sobre múltiplos temas. O autor do livro, Arthur C. Clarke tem vários livros de ficção que eu recomendo, mas curiosamente so este foi adaptado. Dirigido pelo Kubrick, e totalmente assessorado por cientistas sobre a estética e a física do filme, no espaço (como por exemplo o Carl Sagan). Dos primórdios a aurora da humanidade, inteligência artificial e extraterrestre fazem parte desta obra de arte.

 

3 – O Planeta dos Macacos - 1968

Eu simplesmente não tenho palavras para descrever este filme e suas ótimas 4 sequencias originais (são 5 filmes originais sendo Planeta dos Macacos -1968, De volta ao Planeta dos Macacos -1970, Fuga do Planeta dos Macacos -1971, A conquista do Planeta dos Macacos-1972 e A Batalha do Planeta dos Macacos -1973, um remake bem mediano de 2001 e outros 3 filmes bons feitos em 2011/2014/ 2017). Eu tinha ressalvas com este filme, mas por ser um clássico, um dia resolvi comprar todos juntos em um box para ver qual era da sequência... Eu simplesmente não conseguia parar de ver! O curioso é que ele se baseia em um livro somente, sem sequencias. Temos a história de um astronauta que chega a um planeta onde a forma de vida inteligente são os macacos e os humanos são tratados como animais. Não dá pra contar mais sem entregar spoilers.

 

4 - THX 1138 -1971

Muito antes do estrondoso sucesso de Star Wars, George Lucas dirigiu este filme, muito obscuro mas bem curioso. É uma distopia que influenciou muitos outros filmes futuros. Em resumo, temos um futuro onde os androides policiam a sociedade, que é obrigada a consumir drogas para cercear/inibir suas emoções. A sociedade é toda controlada pela tecnologia e seus parceiros definidos por regras pré-estabelecidas.

 

5 – Solaris - 1972

Este filme é baseado em uma obra polonesa, mas adaptada pelo cinema russo. Temos aqui o planeta Solaris, que no futuro é explorado por várias equipes e cria uma nova ciência, a solaristica, que estuda os fenômenos que ocorrem naquele local. A estação espacial que estuda os fenômenos recebe um psiquiatra para auxiliar no tratamento dos cientistas do local, que estão apresentando comportamento anormal, pois na verdade, o planeta... bem... não da para falar sem citar spoiler... É longo mas vale a pena o filme.

 

6 – Zardoz – 1974

Sean Connery neste filme interpreta um dos representantes de uma das castas dominantes em um planeta pós apocalípticos. Seguidores de uma cabeça de pedra que dita as regras e escraviza a população, ele se rebela contra o sistema e descobre a origem do termo Zardoz... Mais um filme cheio de reflexões sobre mitos.

 

7 – Blade Runner -1982

Se tem um filme que podemos falar como percussor de parcela da estética e temática de Cyberpunk 2077, é este aqui. O curioso é que para a época ele não foi um filme muito badalado e se tornou um cult somente um bom tempo depois. A adaptação é do livro Androides sonham com ovelhas elétricas? do escritor Phillip K. Dick, que vai aparecer de novo em outro filme aqui da lista. Apesar de marcar época, a adaptação não e muito fiel ao livro e ainda bem que trocaram o nome, pois não faria nenhum sentido se fosse mantido Recentemente foi feita uma continuação que amarra algumas pontas soltas. Em resumo, temos o caçador de androides que é acionado para deter uma rebelião de um grupo de Replicantes (como os androides são chamados). Traz um contexto sobre o que é vida e moralidade, e tem uma das cenas de improviso mais marcantes do cinema.

 

8 - O Exterminador do Futuro – 1985 - 1991

Este filme marcou época, mas sinceramente falando o segundo sim é o que há de melhor nesta franquia. Também influenciou bastante outros filmes futuros, mas os efeitos, para a época foram muito bem feitos. É também um filme sobre viagem no tempo, onde no primeiro, um cyborg retorna ao passado para matar uma pessoa que vai gerar um dos maiores líderes da humanidade. No futuro, as máquinas dominaram o planeta e os humanos que restam vivem escondendo-se. No segundo, o mesmo modelo de cyborg retorna, mas agora para proteger a Sara Connors e seu filho da ameaça de uma nova máquina.

 

9 – Duna -1985

Duna é um filme complexo, que reúne tanto fantasia quanto ficção. Aqui temos a humanidade se espalhando pelo universo, mas seu regime de estado regrediu. A moeda mais valiosa são as especiarias. Estas especiarias, exploradas no planeta Arrakis, aumentam o poder cognitivo e expectativa de vida do usuário. Desta forma, cria-se uma disputa para o controle da extração.

 

10 - Robocop – 1985 -1990 -1993

Aqui temos uma distopia, onde uma corporação planeja construir uma cidade estado livre da criminalidade que assola Detroit. Para a criação do Robocop, utilizam um policial recém falecido, que aos poucos começa a relembrar dos fatos que o fizeram perecer e ir atrás dos seus algozes. O que ocorre é que a programação que foi feita na verdade não apagou sua personalidade e ele então aos poucos vira um mix das habilidades robóticas e de sua personalidade humana. Teve duas boas sequências e um remake que não assisti ainda.

 

11 – O Vingador do futuro – 1990

Mais uma vez o Phillip K. Dick nos brinda com um de seus contos adaptados para as telas. Aqui fala-se muito sobre memórias implantadas e um futuro um tanto quanto maluco. No caso, era para ser um implante de memória de uma viagem para marte que o protagonista gostaria de fazer, mas sua esposa não estaria interessada, mas algo dá errado e ele começa a ser perseguido...

 

12 – Matrix -1999-2003

Não é muito necessário falar sobre Matrix, pois este filme é um divisor de aguas em vários aspectos do cinema. Particularmente, acho que ele foi perdendo a qualidade ao longo da trilogia. Os efeitos especiais também ficaram um pouco ruins e datados a partir do segundo filme.

 

13 – Inteligência Artificial - 2001

Este filme é altamente reflexivo. Em um cenário bastante apocalíptico e diatópico, um casal prestes a perder um filho doente, adotam um robô que é uma cópia de seu filho. Tudo começa bem, mas a família começa a rejeitar o menino robô pois entende esta relação como bizarra... Ao mesmo tempo, o menino, que é dotado de uma Inteligência Artificial poderosa, nos faz questionar sobre o que é sentimento e vida, já que busca incessantemente o amor de sua mãe... Tem muita referência ao conto do Pinóquio. E ao final, ocorre uma cena que eu sempre imaginei ser uma coisa e descobri recentemente que estivera redondamente enganado...

 

14 - Minority Report – 2002

Mais uma do Phillip K. Dick. Nesta adaptação, o mundo do futuro possui pessoas que possuem poderes de predição e o governo as utiliza para controlar a criminalidade. Ao descobrir que uma pessoa cometerá um crime, ela já é presa antecipadamente, evitando as vias de fato. Uma baita discussão sobre livre arbítrio e determinismo, que não da pra explorar sem lançar spoilers.

 

Reprogramação

Eu não posso deixar de citar estes três bônus:

Akira -1988

Eu particularmente não gosto de mangá/anime em geral e pouca coisa no gênero me chama a atenção. Mas este aqui, assim como o Blade Runner, ajudou a consolidar muito do que o livro Neuromancer (percussor do assunto) de Willian Gibson trouxe como conceito de Cyberpunk.

 

Ghost in the Shell -1995  

Outro anime bem feito. É a adaptação de um mangá, onde uma das policiais é tão modificada ciberneticamente que seu corpo já não e mais humano, restando somente sua personalidade. Uma baita conspiração e descoberta quando eles começam a caçar um bandido perigoso. Influenciou bastante o Matrix.

 

Blade Runner 2049 - 2017

Apesar de geralmente eu colocar os filmes juntos quando falamos de continuações, este aqui me surpreendeu positivamente por dois motivos: Primeiro por, que eu fui esperando uma verdadeira porcaria, considerando a safra de filmes que tem sido lançado, muito mais pensando em velocidade de trama e cenas de ação do que em historia e encontrei um baita filme. Segundo, pois existe uma cena neste filme que me deixou pensativo demais... E mais uma vez a reflexão sobre vida sentimento está presente de uma maneira absurdamente bem feita. Além dos replicantes, agora temos I.A de fato, e o ponto alto do filme é a relação do protagonista com sua assistente pessoal... Chega de falar, pois já ficou extenso demais!

GeraLinks - Agregador de links

Veja também

Movie Sommelier - Lobisomem

8 Filmes de Lobisomem ( ou como mesmo um homem puro de coração, e faz suas orações a noite pode se tornar um lobo quando a maldição do lobo florescer e a lua de outono brilhar)

Movie Sommelier - Demônios

6 Filmes com o papai do chão (mas pode chamar também de Diabo, Lucifer, Pazuzu, Belial e mais um monte de apelido carinhoso) ou com seu fã clube

Movie Sommelier - H.P. Lovecraft

13 Filmes baseados na obra daquele que nos ensinou que "Não está morto o que eternamente jaz inanimado, e em estranhas realidades até a morte pode morrer"