Análise Tekken 7

Aquilo ali é o Akuma?

Eduardo Andrade
28/07/2017 13h52

Antes de começar, gostaria de avisar que gosto de jogo de luta, porém não sou bom neles.


HISTÓRIA

Jogo de luta nem sempre tem uma boa história. Como exemplo, temos o Street Fighter V que foi lançado sem o modo história e o Super Smash Bros Brawl que tinha um modo história incrível. Nela explicava o que cada personagem estava fazendo ali, a verdade é que, os jogadores só se preocupam com a jogabilidade. O modo história acaba sendo a cereja do bolo.

Tekken 7 levou o modo história um pouco mais a sério, explicando o porquê o Heihachi cria um novo torneio The King of Iron Fist. Com o Jin sumido, todo mundo está procurando ele. A história de todos os personagens se revela, até chegar ao ponto de explicar como o Akuma foi parar ali. Isso mesmo, o Akuma da Street Fighter está em Tekken!

Gameplay

Tekken entra para galeria de jogos que tem sua assinatura como jogo de luta. A mesma linha é mantida e  algumas modificações surge de tempos em tempos (igual Street, MK e Smash Bros).

O 7 não foge muito disso. As novidades apresentadas no 7 ficaram muito boas. Começando com a customização dos personagens que é bem legal e ampla. O melhor de tudo, na minha opinião, foi a implementação do Crossover.

Como já mencionei, o Akuma foi incluído na história e ficou muito bem feito. O personagem tem a barra de especial igual ao do seu jogo de origem e todos os seus movimentos continuam e foram adaptados perfeitamente para o universo de Tekken.

Essa semana durante a EVO foi anunciado o Geese Howard, de Fatal Fury para Tekken 7 e podemos esperar o melhor, já que vemos como ficou o Akuma.

Dos modos presentes o único que não consegui jogar, mesmo com um mês de testes, foi o modo online, pois nunca aparecia ninguém. Cheguei a deixar na procura por 30 minutos, com todas opções de pesquisa ampla e mesmo assim, não apareceu nenhum jogador.

VEREDITO

Tekken nunca foi a minha primeira opção em jogos de luta. Acredito que nunca tive a paciência necessária de aprender a jogar. No entanto, como essa nova versão está muito boa me superei! Entrei no training mode e aprendi a jogar com uns 3 personagens e aproveitei o jogo ainda mais. Está fantástico e sem dúvida tem que estar presente na sua prateleira de jogos.

Prós

  • Modo história completo;
  • Customização dos personagens;
  • Akuma (Crossover vai).

Contras

  • Modo online está lá #SQN;
  • Loadings infinitos e enormes;
  • Eddie Gordo buttonsmasher maldito.

Confira abaixo um pouco do gameplay do jogo:

GeraLinks - Agregador de links

Veja também