Análise Dragon Ball Xenoverse 2

Entre novamente na pele de um Time Patroller e proteja a linha do tempo de DBZ.

Eduardo Andrade
18/11/2016 16h30

Essa análise contém spoilers

Como grande fã de Dragon Ball eu joguei o Xenoverse e achei impressionante, aquela história de Kaioshin do tempo protegendo a linha do tempo. O jogo era tão completo que eu não imaginava como poderia sair uma continuação.


História

DBX2 ( Dragon Ball Xenoverse 2) continua com a história do primeiro entretanto, sem contar muito do que aconteceu. O que acaba incentivando quem não jogou a dar um pulo no primeiro e saber um pouco da história.

No entanto, nesse jogo temos algumas alterações. Toki Toki City ficou pequeno demais para os patrulheiros e então, a Kaioshin achou melhor mudar para Conton City. Conton é uma mistura de muitos cenários que já vimos em Dragon Ball. Como a escola onde Gohan estudou ou por exemplo, a montanha onde Goku foi criado pelo seu avô.

Towa e Mira são os dois vilões do primeiro jogo e estão mexendo na história novamente, só que agora, bagunçando a linha do tempo de uma maneira impressionante. Pegando aqueles vilões dos filmes de DBZ e colocando junto com os vilões tradicionais, criando duplas como o Freeza e seu irmão Coola ou o Broly aparecendo na saga do Boo.

Dessa vez, diferente do primeiro os Trunks não pede para o Shenlong por um patrulheiro. Na verdade, agora ele recruta patrulheiro igual em um comercial.

A parte mais legal de DBX2 é que ele procura um Save de DBX no seu vídeo game e importa para esse jogo, seu patrulheiro do primeiro agora é o grande herói e tem até uma estátua holográfica em Conton City. Trunks e o Herói do primeiro, saem atrás de Towa e Mira e sobra para você ajustar a história.

Existem algumas mudanças bem cômicas na linha do tempo, mas algumas continuam as mesmas, confira o vídeo abaixo com alguns exemplos.



Gameplay


O jogo está bem completo e com mais conteúdo do que nunca. Você tem o modo história, as missões paralelas, modo vs online, os mestres, missões dos Kuririn e mais algumas. Eu não irei abordar todas, somente as novidades.

O treinamento do Kuririn é a coisa mais chata que existe em DBX2 porém, acredito que seja uma das coisas mais fiéis ao anime. Essas missões é nada mais nada menos, do que entregar leite. Isso mesmo exatamente como o mestre Kame fez com ele, você não pode correr e nem voar, somente andar. Mesmo sendo extremamente chato é incrível como é fiel a Dragon Ball.

Time Rift, cinco cenários de DBZ espalhados em Contom, com algumas missões específicas.


Casa do Guru

É o planeta Namek onde as Dragon Balls estão sempre em perigo. Neil te ajuda a proteger e você ganha algumas recompensas do Grande Patriarca. É bem chato ter que salvar, a cada duas missões concluídas.


Corporação Cápsula

Lugar onde você treina com o Vegeta e fazer seu QQ Bang. Se você escolher a classe Saiyajin, você terá algumas transformações. QQ Bang é um novo tipo de equipamento do jogo que ignora os bônus das roupas e cria bônus próprios. Com isso, o seu personagem permanece com a roupa que quiser (o meu por exemplo, é uma mistura de Piccolo, Majin Boo e Bills).


Casa do Mr Satan

Aqui o Mr Satan entregará um dinheiro depois de completar algumas missões pra ele e você será o mais novo Grande Saiyaman junto com Gohan, Video e o Jaco.


Nave do Freeza

É o melhor rift na minha opinião. Você começa como um soldado de classe baixa e vai derrotando um por um do exército do freeza até ajudar o Coola virar o Metal e tomar a nave para ele.


Casa do Boo

É a mais simples, basta ir lá e dar comida para o Boo. Quando encher a barra nasce um novo membro da família e o boo não se sente sozinho.


Os NPCs agora interage com você e as vezes até, te desafiando e fornecendo missões paralelas.

Aproveitando, dá só uma olhada na missão paralela número 100.


Veredito

Dragon Ball Xenoverse 2 conseguiu algo que eu não imaginava e foi melhor do que o primeiro. Como nem tudo é um mar de rosas, a câmera atrapalha muito e o personagem principal ainda é o Herói calado que responde balançando a cabeça e fala apenas algumas técnicas. Quando o herói do 1 encontra o do 2 chega a dar desespero.


Apesar do primeiro ser um jogo completo, o 2 tem muita novidade e o jogo tem um replay incrível fiz 100% com o Saiyajin e já estou jogando com a raça do freeza. O modo online faz o jogo parecer um MMO.


Prós

    Replay incrível, agora cada raça tem sua transformação e alterações no jogo.

    A história do jogo ficou muito boa, com todas as misturas no tempo.

    O jogo está muito mais bonito que o primeiro.

Contras

    A câmera do jogo ainda atrapalha muito, serve até como desculpa quando você perde.  ;)

    Personagem principal ainda não fala, todos na cenas conversam e você fica lá mexendo a cabeça.

    O jogo é tão rápido e muitas vezes com tanta informação na tela que as quedas de frames até travam o jogo.

Dragon Ball Xenoverse era o melhor jogo de DBZ na minha opinião e o DBX2 veio como upgrade em tudo isso. Agora estou ansioso para ver o que os DLCs desse jogo irá trazer.

 

GeraLinks - Agregador de links

Veja também