3DSMobilePCPS3PS4VitaWii UXbox 360Xbox OneNINTENDOXBOXBATTLEFIELDMARIOWIIUPRIMEIRA PESSOASMASH BROSYOUTUBEFLIPERAMATORNEIOONLINEHISTóRIASPUCONMIIPOP CULTUREMATTELHOT WHEELSCHILEKING OF FIGHTER 97PC GAMER

Análise



Análise Digimon Cyber Sleuth Hacker’s Memory

Hackers, investigação, batalhas e muitos Digimons...esse é o mundo no EDEN!

Wanderson Ribeiro
12/02/2018 19h34

Se você achava que era impossível misturar o mundo virtual com elementos do mundo real, então nunca ouviu falar em Digimon!

Dentro de Digimon Hacker’s Memory, você contará com muitas criaturinhas divertidas, capazes de promover grandes batalhas no EDEN e um enredo investigativo...

HISTÓRIA

O enredo do game se passa entre o mundo considerado normal e o que eles chamam de EDEN, uma espécie de mundo digital onde os humanos podem criar, evoluir e batalhar com as criaturinhas chamadas de Digimon!

Keisuke Amazwa é o nome do nosso protagonista e ele te acompanhará nessa aventura. Ele está sendo acusado de algo que em teoria não fez. E acaba se aliando ao grupo de hackers Hudie para tentar desvendar os mistérios que vem acontecendo no mundo real e virtual.

Relatos na cidade apontam que os Digimons estão ultrapassando a barreira virtual e tudo indica que a empresa criadora do EDEN, a Kamishiro Enterprise, tem a ver com isso!

GAMEPLAY

Enquanto você se movimenta no EDEN atrás das missões principais e sub-missões que irão surgindo para o desenrolar da história, os Digimons surgem para desafiar as criaturas aliadas de Keisuke a seguir em frente, nesse momento...muito cuidado!

Se você não estiver com os seus Digimons em nível suficiente para derrotar os que aparecem, o game over te fará retomar para o seu último save. O problema na verdade é que você determinará o momento que vai salvar seu progresso...ou seja, não temos o autosave como de costume. Então, fica a dica! Salve conforme vá avançando com Keisuke.

Digimon Story Cyber Sleuth: Hacker's Memory não tem seu foco em batalhas, aqui o que vale mais é o desenrolar do enredo com base nas interações de Keisuke com inúmeros hackers e personagens aleatórios.

Por sinal, acredito que isso mereça um parágrafo solto.

Cutscene, cutscene e mais cutscene...Sim, é muito massivo! A gameplay tem muita interação de Keisuke com os outros personagens como já tinha mencionado e isso faz o jogo ter muito diálogo,inclusive em alguns pontos determina decisões importantes dentro do jogo. Ao meu ver isso pode ser um divisor de águas para os players que têm dificuldades com o idioma, pois o game não tem áudio/texto em português. 

VEREDITO

Quem observar você jogando, enquanto estiver nas cutscene irá confundir se de fato você está jogando ou assistindo algum tipo de anime japonês. Isso não chega ser problema para alguns, mas ao meu ver o capricho que o pessoal tem na criação desse tipo de conteúdo, faltou por parte do time de edição na hora de desenhar principalmente o background do EDEN. São blocos azuis e brancos pra todo lado até o final do game. No mundo real a preocupação foi outra, mas poderia ter sido melhor.

PRÓ

• Mais de 300 tipos de Digimons, alguns revelados somente nesse game.

• Variações de estratégias e golpes durante as batalhas.

PODERIA SER MELHOR

• Não tem dublagem ou legendas em português.

• Cutscene excessiva e cansativa

• Criado para os ‘digiboys’. Se você não tem noção dos animes...não vai se prender ao game!

AvaliaçãoNota
História 6
Jogabilidade 7
Visual 7
Audio 6
Replay 4

NOTA FINAL

6.00

Veja também

Parceiros

Monster Hunter World BrasilArena GamerFacebookYouTube