Análise



Análise: Monster Hunter World: Iceborne

O velho mundo está de volta!!!

Fernando Dasg
09/01/2020 00h01

Monster Hunter World: Iceborne é a expansão que todos nós esperávamos, o velho mundo está de volta, mais vivo, frio e cheio de desafios que nunca, aqui, encontramos novos horizontes, recheado de novidades, abrangendo uma longa sobrevida ao game original. :)

 

Gameplay

Monster Hunter World: Iceborne apresenta um conteúdo gigantesco, com mais de 50 horas de gameplay "Eita!!! Tudo isso!!!", disponibilizados em novos mapas, recheados de atividades, e missões.


A nova área "Frio!!!!", é bem distribuída, e possui várias atividades, a neve é o principal diferencial "Bruuuuu!!! tremendo aqui!!!" e requer estratégia e preparação, a mecânica de caça mudou um pouco, e agora os 14 tipos de armas "Acho que são 14, vou contar de novo... perai... voltei...", possuem novos movimentos e combos, a atiradeira ganhou uma nova função, que agarra os monstros "Eita!!!", as missões foram agraciadas "Hmmm não sei como surgiu isso aqui" com uma nova dificuldade, classificada como Ranque Mestre!, que ao ser finalizada, fornece novos materiais e monstros mais poderosos, a nova região, Fronteira Glacial, é um ambiente desconhecido, que abriga diversas vidas e monstros que só existem nesse clima extremo "Frio demais!!!", há muitas características geográficas diferentes, de neve e fontes termais "relaxar um pouco aqui" a terrenos instáveis, os seus efeitos e seus vários monstros novos "como Beotodus, Banbaro e o misterioso dragão Velkhana", são os mais detalhados da série Monster Hunter, eita, já estava esquecendo, todas as armas dos Amigatos "AFF Amigatos :(" também receberam novos golpes.



Monster Hunter World: Iceborne traz um leque de melhorias, cada monstro novo ou antigo apresenta uma ótima interação com o ecossistema e seu bioma, que é fantástico, marcante e impactante.


 

Estória, Gráficos e Sons

A estória continua, e mantêm o equilíbrio, com um bom ritmo, os gráficos continuam maravilindos, personagens, monstros, fauna, tudo é muito bem trabalhado, os sons são bem diversificados e realmente apresentam uma fauna ou região inóspita, ao finalizarmos o game, somos incentivados ao multiplayer “Não podia deixar de falar sobre isso”, alias uma ótima ideia, para uma sobrevida ao game, deixando uma variedade de conteúdo para ser explorado.



 

Veredito

Monster Hunter World: Iceborne evoluiu e melhorou o game original em todos os aspectos, apresentando novas mecânicas de gameplay e muito conteúdo inédito, a perfeição ficou quase perfeita :).

Monster Hunter World: Iceborne foi gentilmente cedido pela Capcom para a realização desta análise, o review foi efetuado no PC, muito obrigado a todos os envolvidos.

 

Para aproveitarmos esse clássico da melhor maneira precisamos de:

- Sistema operacional: Windows 7, 8, 8.1, 10;

- Processador: Intel Core i7 3770 3,4 GHz ou Intel Core i3 8350 4 GHz ou AMD Ryzen 5 1500X;

- Memória: 8 GB;

- Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1060, AMD Radeon RX 570; 

- DirectX: versão 11;

- Rede: conexão de internet banda larga;

- Armazenamento: 20 GB de espaço disponível;

- Placa de som: compatível com DirectSound (DirectX® 9.0c ou superior);

 

Prós:

- Estória agradável;

- Melhoria nas mecânicas para exploração e combate;

- Muito... mas muito... muito mesmo... conteúdo inédito;

- Novos monstros e monstros clássicos;

- Português do Brasil... sil... sil...; 

 

Contras:

- Não há!!! “Me convença do contrário”

 

 

AvaliaçãoNota
Estória 9
Gameplay 10
Visual 10
Áudio 10
Replay 10

NOTA FINAL

9.80

Veja também