Análise



Análise Monster Hunter World Iceborne

Tipo Monster Hunter World, só que muito melhor.

Eduardo Andrade
04/09/2019 12h11

Monster Hunter está no meu Top três das minhas franquias favoritas, e sempre traz grandes histórias. 

Conheci um grande amigo/irmão e sócio do Sharkiando, Wagner Silva, da maneira mais inesperada possível. Jogando online Monster Hunter 3 no Wii. 

E deve ser por isso que essa história me lembra do Iceborne!

Com uma semana para terminar o jogo base no PlayStation 4, me deparo com desafios são ainda maiores. Rushado sem upgrades, sem mantos, sem muita coisa e aí chego ao novo mapa. Já adaptado às novas mecânicas, com armas criadas do zero e cheio de armaduras para a sobrevivência. 

Por fim deu muito certo! Mas não posso esquecer a ajuda que recebi, em boa parte das quest, da minha companheira de aventura Vivi (na verdade ela me carregou na mochilaaaaaa). Joga muito SwitchAxe! Sem contar que, me salvou no Midboss. 

Mas, vamos para a análise. 

 

História

Até o Monster Hunter World não tínhamos grandes histórias da franquia. Com a chegada de Iceborne a Capcom deu um novo passo. Nessa história podemos conhecer mais sobre a ecologia local e como um Elder Dragon pode acabar facilmente com um sistema. 

Iceborne começa com Legianas aparecendo onde não devia, e fugindo para lugares que parecem vazios. Ao seguir essa espécie "migrando" descobrimos um novo mapa e com ele algumas novidades. Com a mudança no ambiente, algumas subespécies, novos monstros e outros não tão novos assim surgem para atrapalhar ainda mais a aventura.

Nesse momento descobrimos que a causa para todo esse alvoroço tem nome: Velkhana. Um Elder Dragon de gelo, com poder de congelar instantaneamente monstros para o bel prazer. 

Toda a história de caça a Velkhana está muito bem explicada em Iceborne. A produtora conseguiu mostrar o problema que esse monstro está causando e a dimensão do que esse ataque pode fazer ao novo mundo. Aumentando ainda mais a vontade de caçá-lo e de acabar com sua raça e ainda, poder arrastar partes dele! 

Ué, eu faço isso com todos os monstros… 

 

Gameplay

A Capcom nunca teve receio em mudar a jogabilidade de Monster Hunter e isso é muito bom! Podemos observar em como a série mudou no Nintendo 3DS, e como chegamos ao Monster Hunter World. Temos mapas aberto sem loading, alguns itens que não gastam e (o meu favorito) beber poção, enquanto caminha. 

Iceborne não poderia ser diferente, temos muitas novidades no jogo, como por exemplo, um botão que recolhe toda a recompensa no final de cada quest ou de outras coisas, além da nova forma de usar as suas armas. Iceborne é ao mesmo tempo, inovador e ousado!

 

Novidades

Seliana 

A nova base de operações está toda reformada, contudo vai além da beleza. Agora temos tudo o que precisamos e o piso térreo, isso mesmo! Sem horas de escada para chegar ao ferreiro. Basta entrar na caverna e o ferreiro estará lá. 

Está precisando mandar Palicos para formar itens? 

Ao lado do centro de pesquisas temos um Palico que poderá fazer isso por você. Melding, Argosy, cozinha e a sua "fazendinha" estarão tudo acessível sem precisar andar quilômetros. 

Hoarfrost Reach

O mapa de gelo que todos esperavam está lá! Claro que, muito diferente do que vimos até agora, porém uma coisa ainda está igual. Hot Drink, porque o frio é intenso e sua Stamina não vai aguentar. 

Conforme você avança na exploração um mapa gigante abre. Plantas espalhadas, lugares para minerar e também Hot Springs. Algum monstro te congelou? Pode ser que tenha alguma piscina de água quente por perto, para tirar esse Status de você. 

Ah, algumas áreas que estão com muito gelo irão dificultar sua movimentação e consumir toda sua Stamina e novos monstros (menores) poderão atrapalhar a sua caçada. Mas temos uma boa notícia para caminhadas longas, o monstro que você estava enfrentando soltou aquele rugido e meteu pé, agora lá vai você correr meio mapa. 

Ou, você poderá procurar o herbívoro, montar nele e começar a assobiar a música do chocobo. Para os mais lentos como o Popo e para os mais apressados, um Kestodon cairá bem. 


 

Armas e Clutch Claw

Uma das maiores novidades de Iceborne é a utilização da Atiradeira (vou misturando o português com inglês e por jogar muito o modo online com BR alguns termos são mais conhecidos), que serve muito mais do que uma Flash Pod. 

É possível usar a garra para grudar no monstro e causar dano em alguma parte específica do corpo. Isso poderá ajudar a cortar o rabo fora ou acertando a cabeça para causar um Stun. 

A minha favorita (discípulo da Vivi) é grudar na cabeça do monstro e gastar toda a munição da Atiradeira nela. Isso faz com que o monstro corra atordoado para frente, e se tiver uma parede no caminho dele, melhor ainda, pois toma dano e cai no chão. 

 

E aí meu amigo é bagunça. 

Mas caso queira usar armas leves como a Glaive, no momento do ataque ele derrubar uma munição especial. 

Venha conferir no link o preview. 

No geral as armas tiveram um rework, então não me venha com…Nerfaram minha arma! 

Vai lá e aprende a jogar, pois está bem legal. Se quiser quebrar o jogo espera um pouco e aprenda as mecânicas novas. 

 

Master Rank

O tão sonhado nível de dificuldade chegou. Não é o G-Rank que esperava, mas ele também vem com novidades. 

O seu HR (Hunter Rank) acumulado continuará ativo e ganhando nível, mas ao começar o Iceborne você é apresentado a um novo nível. 

O Master Rank não vale apenas para os novos monstros, para adquirir peças é possível enfrentar os antigos em MR (Master Rank), que ganham novos ataques, ou seja, você não estará tão preparado como pensa. 

A primeira armadura de Beltodos é incrível com Ear Plugs e Health Boost. Umas três investigações de captura já estará pronto para o MR. 

Já contei que a armadura de Beltodos possui a desvantagem de andar devagar na neve? Pois eh. 

 

Multiplayer

A Capcom teve a bondade de abrir um servidor para os jornalistas aproveitarem a experiência de jogar em grupo. Boa parte da campanha a Vivi me carregou e tivemos a ilustre visita de Random e após algumas quests começamos a colocar senha. 

Que coisa feia deixar os amiguinhos de fora. 

Tivemos também algumas vezes de Party cheia, fomos castigados pelos Tigrex, Viper Toby Kadashi e por aí vai. Claro que, toda essa experiência era com muita risada. 

O modo online fluiu bem, sem problemas com lag ou quedas. Nos primeiros dias encontramos algumas quedas, mas nunca durante a batalha. Na verdade ainda acho que estávamos fazendo algo errado. 

¯\_(ツ)_/¯

 

Armaduras e Armas

Fashions Hunters ficarão loucos. Cada armadura é mais bonita que a anterior e o set vem completo com ótimos Status.

Infelizmente o design das armaduras não melhorou. São bonitas, porém a grande maioria não chama atenção. Suas ferramentas de campo ganharam upgrades, os mantos têm maior tempo de duração e menor tempo de recarga. 

Todo o seu equipamento precisa de um upgrade, então pare de farmar Kulve, porque essas armas douradas não tem upgrade e ficarão só brilhando no baú. 

 

Áudio e Visual

Por mais que os saudosistas (como eu!) ainda choram pelas versões antigas, o maior choro é pela dificuldade. Monster Hunter World é uma obra prima da série e merecia uma expansão a altura desse sucesso. 

Iceborne chega com um mapa incrível, onde por diversas vezes irá parar e observar os rastros na neve, além de prestar atenção no ecossistema e admirar quando um Tigrex tá full pistola. Movimentações impecáveis, as novas Turf Wars é de colocar um Health Boost no chão, sentar e assistir os monstros sair na pancada.

As cutscene de introdução para cada monstro impressionam quem assiste. Você vai entender o que estou falando, quando vir o Nargacuga saindo na porrada. 

A trilha sonora do jogo é muito bem trabalhada, e como a essa altura já podemos falar, a música do Zinogre é sensacional. Novamente estão presentes músicas marcantes junto com rugidos do MALDITO TIGREX que já está gritando de novo (essa porra não para).

 

Veredito 

Ufa, difícil colocar em uma análise o como estou apaixonado pelo Monster Hunter World Iceborne. 

O jogo está melhor em todos os aspectos, a exemplo da IA do Palico bem melhorada e agora vale a pena equipá-lo. Em muitos dos casos é melhor ir caçar com o Palico do que com Random. Além do nível de dificuldade que se ajusta a quantidade de jogadores na missão. 

Iceborne é obrigatório para os donos de jogo base, e um deleite para todos os fãs de Monster Hunter. 

 

Endgame

 

Terei que me segurar para não falar muito sobre o endgame e garanto que, não seria por nenhuma restrição da Capcom. Não posso estragar a surpresa, né! 

Eles criaram um Endgame tão rico que nunca tivemos nada parecido na série. Um desafio que prende e faz pensar o que vem a seguir. Da vontade de voltar e ficar por lá. 

Mas, paro por aqui e boa caçada a todos. 

Prós 

  • Endgame viciante;
  • Novas armaduras;
  • Jogabilidade reformulada. 

Contras

  • Um capricho maior nas armas (Fashion Hunter sorry).

O Sharkiando agradece a Capcom pela oportunidade de participar dessa incrível jornada, de poder testar essa maravilha antes do seu lançamento. 

Monster Hunter World Iceborne chegará nessa semana, 06/09, para o Xbox One e o PlayStation 4. Em breve o PC receberá a expansão. 

AvaliaçãoNota
História 10
Gameplay/Jogabilidade 10
Visual 10
Áudio 10
Replay 10

NOTA FINAL

10.00

Veja também