3DSMobilePCPS3PS4VitaWii UXbox 360Xbox OneNINTENDOXBOXBATTLEFIELDMARIOWIIUPRIMEIRA PESSOASMASH BROSYOUTUBEFLIPERAMATORNEIOONLINEHISTóRIASPUCONMIIPOP CULTUREMATTELHOT WHEELSCHILEKING OF FIGHTER 97PC GAMER

Análise



Análise Monster Boy and the Cursed Kingdom

Para fechar o ano com chave de ouro

Eduardo Andrade
04/12/2018 08h18

Quando anunciaram o remake do Wonder Boy eu fiquei empolgado, o resultado final foi muito bom, mas aí veio o anúncio de Monster Boy e o Hype foi a mil. Cresci jogando esses jogos de plataforma e ver o desenvolvimento deles na nova geração sempre me empolga. 


História

No jogo controlamos o herói Jin, que vê seu tio Nabu ficar muito louco com uma bebida e adquirir alguns poderes mágicos fora de controle. 

Nabu transforma o reino inteiro em bichos, cada um mais diferente do outro e nosso herói tenta ir atrás do tio para ver o que está acontecendo e ao confrontar o tio Jin acaba sendo transformado em um porco. Ao voltar para o reino, Jin descobre que o rei já ordenou a captura do seu tio. 

Jin propõe que ele pode salvar o reino e livrar a barra do tio, mas para isso, Jin precisa recuperar umas Orbes sagradas. A grande jogada é que a cada Orbe recuperada Jin se transforma em um novo animal e com poderes novos. 


Gameplay

Monster Boy é um jogo de aventura plataforma e com mundo aberto. Isso significa que a qualquer momento você poderá parar a história e explorar um pouco do mapa, e acredite, o jogo irá te fazer querer explorar. 

O nosso personagem pode se transformar em diversos monstros. Cada um tem sua habilidade. O Porco pode usar magia como fogo ou raio, já a cobra (segundo que você obtém) pode escalar alguns tipos de paredes e também cospe veneno. 

A medida que você avança no jogo e ganha novas habilidades o mapa se expande e novas áreas podem ser alcançadas, assim como novos itens podem ser coletados. A parte da exploração acaba sendo essencial, já que você vai querer melhorar seu personagem antes de prosseguir com a história. É possível aumentar defesa do personagem, quantidade de coração (HP) e até mesmo, o tipo do ataque pode ser escolhido com equipamento. 

Mas o jogo requer uma habilidade, você pode ter o melhor equipamento, quando chegar uma parte que tem que dar pulos na hora certa, sua habilidade é o que vai contar. Os controles são bem responsivos e todo o jogo foi bem criador, mesmo que você passe raiva em alguma parte, a vontade de superar vai te guiar. 


Áudio e Visual


Essa é a parte onde o jogo brilha, Monster Boy tem uma animação impecável algo de encher os olhos. O jogo é um desenho e daqueles muito bem feito. 

As animações estão lindas, destaco o detalhamento das portas trancadas e os NPCs. 

A trilha sonora é bem marcante e em algumas partes até deixei meu personagem parado só para ouvir a música. 

Veredito


Sou fã de jogos de aventura plataforma, cresci jogando e posso dizer que Monster Boy and the Cursed Kingdom não deixa a desejar em nada. O jogo é uma obra de arte, com desafios na medida, Boss marcantes e humor afiado. 

Prós 

  • Boss criativos;
  • Quebra cabeças na medida certa;
  • Humor.

Agradecemos a FDG Entertainment por enviar uma cópia de Nintendo Switch para essa análise. Vale lembrar que, o jogo chega para o PlayStation 4 e o Xbox One. 

AvaliaçãoNota
História 9
Jogabilidade 10
Visual 10
Áudio 10
Replay 9

NOTA FINAL

9.60

Veja também

Parceiros

Monster Hunter World BrasilArena GamerFacebookYouTube