Análise



Análise | Crash Team Racing Nitro-Fueled

CTR está de volta com todo o glamour e dificuldade possível

Wagner Alves
11/07/2019 19h55

Desde quando a Actvision nos presenteou o com 'Crash Bandicoot N. Sane Trilogy', a primeira coisa que me veio a cabeça foi que eu ficaria muito grato com um remake do CTR, um pensamento que tenho certeza não ter sido apenas meu, mas de muitos. E esse desejo se intensificou depois do Spyro Reignited Trilogy, já que clássicos da empresa estão voltando a possibilidade de CTR voltar é alta e bom, no final de 2018 veio a grande notícia e foi revelado que teríamos o remake do CTR, batizado agora de Crash Team Racing Nitro-Fueled. Agora estou aqui para poder dizer o que eu achei do remake de um dos jogos que mais joguei no PS1.

História

A história é a mesma do original, Nitros Oxide vem para terra desafiar a galera e você precisa vencer os desafios e corridas para que ele deixe à terra em paz, a novidade fica por conta do modo no qual você pode jogá-la, que é o modo clássico, no qual você irá utilizar apenas um personagem ate o final, no caso o Crash, ou jogar no modo 'Nitro Fueled', no qual você poderá utilizar qualquer personagem, kart e itens que já tenha desbloqueado. Escolhido o modo, você estará no mapa principal, nele você irá escolher as pistas a serem corridas para ganhar os troféus, quanto mais troféus, mais pistas liberadas, ate liberar a corrida com o 'boss', no qual ao ganhar você receberá uma chave para ir ao próximo 'mundo' e assim ir avançado, sem muito segredo. A cada corrida, ganhando ou não, você recebe também moedas para serem usadas no 'Pit Stop', uma loja interna no game, no qual você habilita novos personagens e suas skins, karts, rodas, pinturas e adesivos, uma adição muito interessante e bem-vinda ao game.

Jogabilidade

Apesar dos diversos karts que você habilitará no decorrer da sua jogatina, saiba que eles são apenas estéticos, o que influência de verdade na jogabilidade são os personagens, divididos em: iniciante, intermediário e avançado. Outro ponto forte que vai separar os homens das crianças (desculpem o trocadilho) é aprender a usar o máximo possível o turbo através da derrapagem/slide, jogando na dificuldade normal para cima, é essencial que saiba executar o movimento, porém, ele é meio complicado de se acostumar, pois, ele funciona diferente do que vimos em Mario Kart ou Sonic Racing, aqui será utilizados dois botões: L1 e R1 (LB e RB), você apertará um deles para dar um pulo e iniciar a derrapagem, enquanto derrapa irá encher uma barra e antes dela encher você deverá apertar o outro botão para que seja ativado o mini turbo, podendo fazer isso ate três vezes na mesma derrapagem para definir o nível desse turbo. Os itens são bem nos padrões dos jogos de karts, vocês assimilarão rápido o que cada um faz e ao coletar 10 wumpas na pista, você fortifica os itens que utilizará. No mais a jogabilidade condiz com a dificuldade do jogo, prepare-se para suar a camisa, pois mesmo contra a CPU, o game está bem desafiador. 

Visual e Áudio

Esse remake está lindo, era obvio que íamos receber algo melhor do que o original, mas recebemos a mais, recebemos algo primoroso, as pistas refeitas e as novas estão lindas, os gestos e os visuais dos personagens são incríveis. Temos 31 pistas para corridas, fora as que irão ser adicionadas posteriormente, 12 arenas de batalha e 25 personagens (mais um secreto e os que serão adicionados com os eventos).

Para minha surpresa o game está todo dublado em português do Brasil e uma dublagem muito bem feita e divertida. As trilhas de cada pista são bem características das mesmas, como uma identidade delas e estão lá, muito bem produzidas, assim como o som de cada item.

Replay

Aqui há vários pontos que ressaltam o replay do game, para iniciar, na aventura/história há muita coisa para se fazer, caso se queira fazer 100%, todas as moedas, as letras CTR e as relíquias a serem coletadas. Daí partimos para o Multiplayer, tanto local quanto online, que é recheado de coisas para se jogar: corrida rápida; copa; batalhas: clássica, capture a bandeira, cata-crystal, último piloto e roube o bacon; contra o tempo; corrida de relíquias; desafio ctr; e desafio dos crystais. E agora vem o melhor, na minha humilde opinião, o jogo mal foi lançado e já temos eventos in-game com a chegada do “Grande Prêmio” (Grand Prix), que será um evento recorrente no game, nele ganhamos uma pista nova e uma série de desafios a serem cumpridos, ao cumpri-los vamos enchendo uma barra com níveis de prêmios, além de itens exclusivos chegando ao 'Pit Stop' para serem adquiridos.

Veredito

CTR NF é um presente tanto para os old schools quanto para nova 'geração', ele é um remake que respeita o clássico, refazendo-o com excelência, com qualidade. Temos uma aventura bacana, conteúdo prolongado, multiplayer online e offline bons, desafio na medida. Recomendo para todos, se você curte o gênero é impossível não curtir o jogo.

Prós:

  • Visual
  • Modos
  • Customização

Agradecemos a Actvision pela cópia cedida para a análise, que foi feita no PlayStation 4, o game encontra-se disponível também para Xbox One e Switch.

AvaliaçãoNota
História 8
Jogabilidade 10
Visual 10
Áudio 8
Replay 10

NOTA FINAL

9.20

Veja também